Musicoterapia

A musicoterapia pode ser definida como uma área interdisciplinar que une principalmente a música e a medicina. Pesquisas realizadas na área da saúde indicam inúmeros benefícios trazidos pela música no estado geral, bem estar e cognição de paciente submetido à musicoterapia.

Musicoterapia é a utilização da música num contexto clínicoeducacional e social para prevenção e apoio a problemas de saúde mental, promovendo qualidade de vida e bem-estar.

É um processo efetuado pelo Musicoterapeuta, um profissional qualificado que utiliza elementos constituintes da música (ritmomelodia e harmonia).

Alguns dos objetivos terapêuticos mais relevantes consistem em facilitar e promover comunicação, relacionamento, aprendizado, mobilização, expressão e organização. Os objetivos da produção durante uma sessão de musicoterapia são não musicais, por isso não é necessário que o paciente possua treino musical para recorrer a este tipo de terapia.

Nesse sentido, a música tem sido utilizada não apenas como recurso terapêutico ao tratamento de diversas doenças mas também como alivio, uma companhia, uma história cantada, uma lembrança de um momento bom, a música transporta o paciente para um lugar fora do ambiente hospitalar liberando endorfina

O musicoterapeuta atende a necessidades específicas de cada pessoa, quer sejam físicasemocionaismentaissociais ou cognitivas, baseando-se em evidências científicas. A musicoterapia busca desenvolver potenciais e ou restaurar funções do indivíduo para que ele ou ela alcance uma melhor qualidade de vida através da prevenção, reabilitação ou tratamento de doenças.

As intervenções musicoterapêuticas realizadas em hospitais, maternidades e centros de saúde, atuam em complementaridade com a reabilitação física e com equipes multidisciplinares. Decorrem de duas formas distintas: consultas externas ou internamentos. Os pacientes deste contexto recorrem ao musicoterapeuta para gestão da dor, reabilitação da motricidade, cuidados paliativos e apoio emocional

 

“A música pode representar um alívio, uma companhia, uma lembrança, uma palavra amiga, uma mensagem positiva, e assim atuar como um complemento no tratamento de doenças”, explica Alan Cruz, o Doutor Melodia.

Alan Cruz é musicoterapeuta, licenciado em Música e formado em Canto Popular na Escola de Música de Brasília. Possui dois CDs gravados e um documentário sobre o seu trabalho voluntário em hospitais.

Nascido na pequena cidade de Livramento de Nossa Senhora – BA, Alan Cruz iniciou sua carreira musical aos dez anos, ainda em família, cantando na Banda “Irmãos Sorriso”, conhecida na região do Sudoeste Baiano.

Desde que se mudou para Brasília, em 2005, vive exclusivamente de sua arte, como compositor, violonista, cantor e intérprete. Realizou diversos shows em teatros e espaços culturais de Brasília. Também se apresentou no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, no Teatro Nacional e em festivais de música na Argentina (2009 e 2010) e no México (2005).

Atualmente, como Doutor Melodia, percorre o Distrito Federal e o país, cantando para pacientes e apostando na música como um instrumento terapêutico e de transformação: “Quero levar esperança, amor e paz às pessoas, celebrar a vida.”